Option Core SitePortalInícioEquipasLinksConectar-seRegistrar-se

Compartilhe | 
 

 [Análise] Need for Speed: Hot Pursuit

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
nuno91pt
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 774
Data de inscrição : 28/07/2010
Idade : 26
Localização : S.A.C

MensagemAssunto: [Análise] Need for Speed: Hot Pursuit   Ter Dez 21, 2010 3:31 am




A série Need For Speed já conheceu momentos de fama mas tem tido a sua dose de saídas de estrada. Para lhe devolver a glória era preciso voltar a ter um jogo que fosse buscar inspiração ao melhor que a série já viu, trazendo de volta algo que pode fazer toda a diferença: a velocidade vertiginosa.

Para isso, congratula-se a ideia da Electronic Arts atribuir a responsabilidade do “renascer” da série à Criterion, produtora dos aclamados jogos Burnout. Missão cumprida, Need For Speed: Hot Pursuit é um dos jogos de corridas mais emocionantes dos últimos anos, onde a adrenalina da condução e dos combates entre polícias e corredores ilegais se sente a cada pico de velocidade, a cada derrapagem.

Não é coincidência o nome Hot Pursuit voltar a aparecer agora, após o termos visto no jogo Need For Speed III de 1998. Afinal, tratou-se de um dos melhores capítulos da série, onde a polícia já tentava colocar a ordem nas estradas cheias de corridas à margem da lei. Muitos jogos depois e vários ensaios que nem sempre correram pelo melhor, eis que a aposta na velocidade e na simplicidade resulta num jogo que nos cola ao assento desde as primeiras corridas.

Este é um jogo de duas faces. Por um lado podemos entrar em bólides impressionantes e correr nos diversos cenários de Seacrest County; pelo outro temos a SCPD, a força da ordem que tenta a todo o custo tornar as estradas mais seguras, usando a subtil abordagem de abalroar continuadamente os prevaricadores. No modo carreira podemos alternar livremente entre estas duas vertentes, variando os objectivos consoante a nossa vontade. Tudo é muito simples e directo ao assunto, sem floreados desnecessários mas com uma produção que tem declaradamente a diversão e clareza em mente.

Naturalmente que Hot Pursuit tem um objectivo para nos levar a desbloquear novas pistas e carros, e esse é o de atingir o nível máximo, que é o 20. Seja o nível de procurado pela polícia ou o nível nas forças da ordem, quanto melhor desempenharmos o nosso papel mais subimos nesta escala. Os eventos, uma meia dúzia, não são muito variados, mas é caso para dizer que chegam para as encomendas no tipo de jogo que é: corrida, contra-relógio, eliminar um ou mais corredores e pouco mais. Como o nosso desempenho e o ganho de pontos de experiência leva a desbloquear um carro novo praticamente a cada corrida, é difícil cair na monotonia perante tantas e impressionantes bombas. A sensação de progresso é excelente, como se os criadores de Hot Pursuit soubessem que oferecer regularmente um “bombom” aos jogadores os irá manter sempre satisfeitos e a voltar para mais.

Apesar da simplicidade (apenas aparente), Hot Pursuit tem alguns truques na manga para apimentar a acção, nomeadamente quatro poderes, sendo que a cada corrida temos uns quantos determinados. Se uns podem recarregar, outros têm utilização contada e há que fazer bom uso deles. Entre polícias e corredores temos duas armas comuns, que são o EMP (arma que causa sérios danos nos carros rivais) e as correntes de picos para furar os pneus. Os polícias podem ainda pedir suporte de helicóptero para lançar as ditas correntes, ou convocar um bloqueio de estrada, tal como se vê em muitos filmes de grande acção. Já os corredores ilegais contam ainda com um turbo especial, e com a capacidade de anular os raios EMP. Utilizar estas quatro opções é do mais intuitivo, estando atribuídas à cruz do comando.

Ainda não falámos muito do “sumo” do jogo, que é como quem diz o prazer das corridas e o que faz de Hot Pursuit uma obra acima da maioria dos seus rivais. A verdade é que a jogabilidade está de tal forma apurada e emocionante que é fácil ignorar injustamente a estratégia que é necessária para vencer as corridas. O drift à maneira dos últimos OutRun exige alguma prática mas rapidamente se domina, enquanto os atalhos – assinalados no mapa mas nem sempre evidentes – são determinantes para conseguir aquele precioso segundo de vantagem. A barra de turbo cresce com a quantidade de drifts, razias nos carros e outras manobras nem sempre seguras. As pistas, no entanto, poderiam beneficiar de alguma imaginação adicional, sendo perfeitas para o estilo de jogo mas ficando a ilusão de estarmos frequentemente numa linha recta com ligeiros desvios.

Os diferentes ambientes garantem que não nos cansemos de atravessar a alta velocidade os cenários de Seacrest County, sejam florestas, desertos ou neve, com paisagens de elevado detalhe. Os efeitos meteorológicos são ainda do melhor que já vimos, sobretudo em corridas nocturnas com chuva, onde a visibilidade se torna bastante mais reduzida. A cerca de centena de bólides licenciados apresentam uma modelação à prova de críticas, com as colisões a não serem das mais detalhadas em termos de deformação, mas não vão faltar pedaços de chapa e vidro a cair no asfalto. A banda sonora é composta por inúmeros temas de grupos de diversos estilos, mas é mesmo nos efeitos que o jogo prima, com as comunicações via rádio, os turbos e os drifts a construírem uma atmosfera que agrada sobremaneira aos nossos ouvidos.

Uma das características mais publicitadas de Hot Pursuit tem sido o Autolog. Por trás deste nome está um sistema online que não revoluciona os videojogos, mas que é uma adição muito bem-vinda a este e futuros jogos. O Autolog regista no nosso mural uma quantidade de dados à maneira de um Facebook. Coisas como o desempenho, as fotos ou comentários, que podem ser partilhados com os amigos. No fundo, existe uma interacção mais aprofundada entre o jogador e os seus amigos, podendo mesmo tentar bater os seus tempos. O Autolog é um sistema que atenua um pouco mais a barreira entre offline e online, tornando os dois modos numa só experiência mais fluida.

O que nos leva ao multiplayer, que curiosamente apenas propõe corridas online. Três tipos, até oito jogadores e com equipas que podem ser definidas em função da qualidade de cada um. Por exemplo, podemos optar por ter um corredor ilegal e sete polícias no seu encalço, o que dá para imaginar a adrenalina. Pena é que não exista uma opção para corridas locais em ecrã dividido.

Se há apostas bem sucedidas, Need For Speed: Hot Pursuit é uma excelente representação disso. Após andar uns anos de rumo perdido, a Electronic Arts apostou numa das mais competentes e credíveis produtoras de jogos de corridas para trazer novo ânimo à série Need For Speed. Foi algo como um regresso às origens, com as suas fabulosas sensações de condução a não saírem turvadas por enredos e complicações desnecessárias. Não existe algo verdadeiramente negativo a apontar a este jogo, é pura acção desenfreada, emocionante e imaginativa.


Fonte: PlanetaJogos.

_________________



Voltar ao Topo Ir em baixo
http://gnpt.7forum.biz
maulver07

avatar

Mensagens : 471
Data de inscrição : 01/09/2010
Idade : 30
Localização : Lagoa

MensagemAssunto: Re: [Análise] Need for Speed: Hot Pursuit   Ter Dez 21, 2010 1:27 pm

sera que vale a pena comprar uma coisa destas?

_________________


www.optioncore.net
Esta 'e a nossa casa
www.gnpt.7forum.biz
Voltar ao Topo Ir em baixo
miguelit

avatar

Mensagens : 480
Data de inscrição : 08/08/2010
Localização : C.R.

MensagemAssunto: Re: [Análise] Need for Speed: Hot Pursuit   Ter Dez 21, 2010 3:43 pm

Quem joga GT tem dificuldades seria em jogar "isto"...

_________________



Voltar ao Topo Ir em baixo
PretoGrutaNegra

avatar

Mensagens : 998
Data de inscrição : 15/08/2010
Idade : 23
Localização : Lisboa, Oeiras

MensagemAssunto: Re: [Análise] Need for Speed: Hot Pursuit   Ter Dez 28, 2010 3:58 am

Pois, gt e bem melhor... de longe...
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.gnpt.7forum.biz
nuno91pt
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 774
Data de inscrição : 28/07/2010
Idade : 26
Localização : S.A.C

MensagemAssunto: Re: [Análise] Need for Speed: Hot Pursuit   Ter Dez 28, 2010 4:31 am

PretoGrutaNegra escreveu:
Pois, gt e bem melhor... de longe...

Isso é daqueles comentários que nem vá-le a pena fazer Razz Razz Razz Razz

_________________



Voltar ao Topo Ir em baixo
http://gnpt.7forum.biz
Tubarão

avatar

Mensagens : 334
Data de inscrição : 22/11/2010
Idade : 38

MensagemAssunto: Re: [Análise] Need for Speed: Hot Pursuit   Ter Dez 28, 2010 9:50 am

São jogos diferentes ... GT5 diferente estilo de jogo do NFS. Gosto de ambos mas comprei o GT5 porque acho mais realista e que dá mais pica jogar.

Vamos vendo ao longo dos meses o que que malta vai dizendo do jogo .... baixando de preço depois logo se ve se é pra comprar ou nem por isso. Wink

cheers

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Análise] Need for Speed: Hot Pursuit   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Análise] Need for Speed: Hot Pursuit
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» NEED FOR SPEED RIVALS - PS4
» [Análise] Resident Evil 3 (PSOne)
» [E3]Atualizado!² Electronic Arts irá mostrar Need for Speed: Most Wanted na E3
» [Análise] Shadow of The Colossus - PS2
» PC: Análise de «Microsoft Flight»

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Guns 'n' Portugueses :: MUNDO - Notícias, Informações e Outras Questões :: Notícias do Mundo Gamer :: Jogos-
Ir para: